Home Blog
Retrospectiva ABAV Expo 50ª Edição
Retrospectiva ABAV Expo 50ª Edição

Por Jerusa Hara, Diretora Executiva, ABAV Nacional.

 

Somos 14 pessoas lideradas pela Magda. Quando falamos 14, parece muito. Afinal, trabalhamos em uma associação, o que pode ter de tanto trabalho assim? Confesso que esse já foi o meu pensamento, quando estava de fora. E, talvez, naquela época, eu estivesse de certa forma correta porque a ABAV tinha uma equipe grande e tinha uma agência para organizar e comercializar a ABAV Expo. Eram outros tempos. Outras visões. Outra ABAV. Hoje, somos 14; olhando para trás, vejam tudo o que fizemos.

 

Na pandemia tivemos um trabalho institucional intenso. Eram 8 ou 9 reuniões por dia. Horas e horas levantando dados, fazendo pesquisas, analisando impactos. Negociações de crédito, de PL… ajudando os associados a sobreviver. E pensando em como manter a associação viva também. Realizamos então uma feira virtual, como nunca havia sido realizada no turismo. Não é porque a gente faz uma feira física que fazer uma feira virtual é fichinha. Não é mesmo?  Quantas plataformas vimos? Quanto tivemos que aprender? Mas fizemos e tivemos muito êxito.

 

Ainda em pandemia sentíamos que as pessoas não aguentavam mais reuniões virtuais, webinars e afins. As pessoas queriam estar juntas. Mas como? A vacinação ainda iniciando, sem poder fazer evento na cidade de São Paulo… Aí o presidente Murilo, da ABAV CE, nos diz que o Ceará iria realizar alguns eventos-teste. E lá fomos nós. Juntamos dois desejos: realizar um evento presencial, ainda que extremamente controlado e voltar a itinerância da ABAV Expo, algo que muitos associados nos pediam. E novamente fizemos, mais de 3mil km longe de casa, com fornecedores desconhecidos, com a vigilância sanitária na nossa jugular. E foi emocionante ver as pessoas se reencontrando de máscara, sem se reconhecer direito, mas podendo estar juntas. E sem contaminação, segundo o relatório da vigilância sanitária. Outro dia achamos algumas camisetas estampadas com “controle de protocolo” e nos lembramos da nossa obsessão pelos protocolos. Parece que faz mil anos que tudo isso aconteceu

 

Seguimos em 2022, com a mudança do estatuto da ABAV Nacional. Quem é de fora, não sabe o que isso significa. Nós conseguimos mudar o estatuto e deixá-lo mais atual, com um foco maior na governança, privilegiando uma gestão transparente. Foram muitas reuniões com o consultor para chegar ao modelo ideal. E, paralelamente, seguimos na itinerância da feira, com a ABAV Expo de Pernambuco. Linda, alegre, emocionante. Ainda sentindo um finalzinho de pandemia, mas podia-se dizer que o turismo brasileiro estava de volta! E trouxemos de volta também o nosso programa de comprador convidado, com 35 buyers internacionais. E anunciamos ainda a volta da feira para o Rio de Janeiro depois de 11 anos. Nessa época, éramos 12. E seguíamos também com o lado institucional e político extremamente ativo (lembram do IRRF?)

 

2023 chegou. E com ele um monte de ideias e projetos. 50 edições de ABAV Expo, 70 anos de ABAV Nacional. Que ano especial. Precisamos de reforços, viramos 14. E começamos…

 

Vamos fazer um novo portal para ABAV Nacional, 70 anos merece esse presente; vamos fazer um censo dos nossos associados e ter dados atualizados de todos; a ABAV Expo precisa ser mais sustentável, vamos criar uma jornada ESG de longo prazo; vamos ampliar nosso programa de compradores internacionais e vamos criar um novo programa para o segmento MICE; vamos trazer também jornalistas do exterior. E um palestrante internacional. E vamos também de Reforma tributária, Lei Geral do Turismo e cartilha com a ANAC, capacitações virtuais…

Nós somos 14 e entregamos tudo. E conseguimos fazer a melhor ABAV Expo dos últimos anos. Não somos nós da ABAV que estamos dizendo, é a mídia, são os expositores e os visitantes. A atmosfera ao andar pelos corredores era leve, vibrante, feliz. Conseguimos ajudar o trade a ter um momento muito especial. Que baita orgulho.

 

Uma pena que não consegui visitar os estandes dos expositores, estavam sempre muito cheios e eu sempre correndo. Não, nem tudo deu certo. Temos alguns pontos a melhorar. E vamos melhorar. Porque esse time de 14 é extremamente dedicado e comprometido com os expositores e visitantes do evento. Por isso a gente conseguiu.

 

E vamos inventar mais? Que tal uma feira em um estádio de futebol? Brasília, em 2024, vai ser ainda mais marcante.

 

A ABAV nacional hoje é inovadora, disruptiva. É um lugar que valoriza os talentos; que pensa em desenvolvimento profissional; que oferece opções. A Magda trouxe isso para nós e só temos a agradecer. Ela nos valoriza e nos reconhece. E acima de tudo, nos deixa trabalhar. Temos vontade de dar o nosso melhor. Tenho um baita orgulho de estar na ABAV vivendo tudo isso. Tenho um baita orgulho de fazer parte desse grupo dos 14. E tenho um baita orgulho de ter a confiança da nossa líder Magda.

 

Muito obrigada, Tae, Luiz, Eldir, Sheila, Fabrício, Paula, Adriana, Priscila, Izabela, Leticia, Jessica, Lais, Marianna. E muito obrigada aos nossos reforços para entregar a feira: Monica, Vera, Juliana, Sidney e equipe, Márcia, Fúvia e a todos os que se juntaram a nós no RJ.

 

Somos 14 mas valemos por 300.

 

Outras matérias relacionados
Giro ABAV: São Luís
Ler mais
ABAV em Pauta
Ler mais
GIRO ABAV: Uberlândia
Ler mais